Você tiraria 10 nesta entrevista de emprego? Faça o teste e descubra!

02/11/2021 | Santander Universidades

Você sabia que no mercado de trabalho atual, você vale mais pelo que é do que pelo que você tem? Atualmente, a maioria das empresas perceberam que recrutar talentos envolve conhecer a pessoa, além de seus títulos e sua experiência, o que também é chamado de hard skills ou competências técnicas. 

Por isso, o foco agora está nas soft skills ou habilidades sociais, ou seja, as competências transversais aplicáveis a qualquer domínio, setor e ambiente. Na verdade, segundo o mais recente relatório The Global Skills Shortage, da SHRM, as habilidades sociais mais procuradas e mais escassas são a resolução de problemas, o raciocínio crítico, a inovação e a criatividade (37%), a capacidade de lidar com complexidade e ambiguidade (32%) e a comunicação (31%). 

Essa necessidade mudou a maneira como a empresa se aproxima do candidato desde o primeiro contato, especialmente na metodologia das entrevistas. Por exemplo, a revisão do currículo já não é uma prioridade, mas agora o que importa é tudo o que não é dito nele, sejam as vivências, exemplos e histórias que trazem valor diferencial agregado.

No entanto, chegar até a fase da entrevista nem sempre é simples, já que antes é preciso superar o primeiro filtro: a revisão do currículo e alguns testes de pré-seleção. A verdade é que há muito em jogo nesta data e, por isso, é fundamental estar preparado. 

Você acha que você seria aprovado nesta fase do processo seletivo com uma boa nota? Na sequência, você encontrará um teste simples e curto com algumas das perguntas mais frequentes que normalmente são feitas. O objetivo é que você possa preparar sua melhor resposta para cada uma delas e saiba a sua chance de sucesso. Desta forma, você poderá corrigir aquilo que ainda tem margem para se melhorar a fim de obter o resultado desejado.

Instruções para fazer o teste

Siga as instruções abaixo para fazer este teste vocacional e interpretar os resultados:

  1. Leia atentamente cada uma das perguntas e respostas e selecione aquela com que você mais se identifica. Não pense muito, a resposta natural surge de maneira automática.
  2. Depois de responder a estas 10 perguntas, faça uma contagem do número de respostas com letra: A, B, C e D.
  3. Quando tiver identificado a letra que mais se repete nas suas respostas, veja no final do teste.
  4. No final do teste, você encontrará a interpretação dos resultados e descobriremos se você seria aprovado na entrevista.
infografia exemplo de entrevista

Resultados

Maioria “A”

As suas respostas tendem a ser padronizadas e formais, por isso, você costuma criar uma boa primeira impressão. No entanto, ao mesmo tempo, estas respostas podem parecer muito previsíveis e genéricas. 

Se você quer se destacar como candidato, deve evitar este tipo de padrão, pois isso vai enquadrá-lo como um candidato a mais. Inclusive, você pode estar passando uma imagem de aparência falsa, como se quisesse agradar o outro. É provável que o entrevistador faça as mesmas perguntas a todos os candidatos, mas ele espera respostas diferentes de cada um. Por isso, fazer a diferença está nas suas mãos: você define o valor agregado que você aporta.

Maioria “B”

Você tem um estilo de comunicação natural e espontâneo, o que lhe dá um toque original e pode despertar curiosidade. No entanto, sua sinceridade e transparência podem ser vistas às vezes como uma falta de maturidade ou excesso de informalidade. Lembre-se de que você está sendo avaliado para um posto de trabalho e que o interessante é destacar as suas qualidades profissionais, mas sem entrar em detalhes ou histórias pessoais. 

Você deve equilibrar a sua autenticidade com aquilo que se espera de você. É importante que você se atente às expectativas que tem sobre o cargo e que esteja claro o que estão procurando, para fazer sua apresentação com base nisso.

Maioria “C”

Suas respostas são diretas e trazem informações de valor ao entrevistador, graças aos exemplos e detalhes. Apesar de você ter se preparado para este momento, você não perde a naturalidade. Você é capaz de responder tanto a perguntas genéricas como a questões mais concretas, sabe detectar as estratégias por trás das perguntas e dar as informações necessárias para cada caso. 

Ainda assim, você consegue atender às necessidades do entrevistador e, ao mesmo tempo, obter informações para sua análise posterior. Mais do que falar de si, você fala do que você é capaz, com foco no futuro. Além disso, tudo o que você diz e faz é baseado em seus valores, o que realmente o torna único.

Maioria “D”

Você gosta de jogar em vantagem e isso é perceptível nas suas respostas. Você tem tendência a responder às perguntas com novas perguntas ou a girar a questão para levá-la ao campo em que você está interessado. Você é realmente ágil para conduzir conversas, mas não pode exercer o papel de entrevistador. 

A verdade é que essa atitude pode colocá-lo em uma situação comprometedora em que você seja considerado como parecendo arrogante ou prepotente. Se o entrevistador também for ágil, existe o risco de que ele lhe submeta a uma entrevista sob pressão, na qual você não se sentirá à vontade.

 

exemplo de entrevista

Identifique o seu potencial e amplie as suas possibilidades

Agora você sabe em que ponto você se encontra para a sua próxima entrevista! Apesar disso, não se esqueça destes passos simples para antes, durante e depois da entrevista:

  • Antes: pesquise sobre a empresa em canais oficiais e reúna dados como as suas realizações, missão, visão e valores, para encontrar pontos em comum com a sua cultura.
  • Durante: não escolha a resposta mais correta porque essa é, provavelmente, a resposta corriqueira. Por isso, escolha bem as suas palavras e acrescente exemplos reais e pessoais.
  • Depois: acompanhe a sua candidatura e não descarte participar ou avançar em outros processos enquanto espera.

Mas, acima de tudo, se em algum momento você ficar nervoso, lembre que a comunicação é a base de todo relacionamento: concentre-se no que está fluindo e crie um clima de confiança. 

 

Se você quiser continuar explorando recursos e oportunidades, o Banco Santander, em sua contribuição para ajudar pessoas e empresas a progredir e enfrentar os desafios da quarta revolução industrial, promove o portal Bolsas Santander, um programa global, único e pioneiro que oferece oportunidades de educação, empregabilidade e empreendedorismo a profissionais e estudantes.


Para efetivar seu compromisso com o ensino superior, o Banco Santander disponibiliza 400 programas de bolsas de estudo, em parceria com mais de 1.000 universidades e instituições de referência internacionais; com as quais, através da aprendizagem contínua, da reciclagem profissional e da formação complementar, você poderá desenvolver competências profissionais, linguísticas, digitais ou transversais que irão aprimorar a sua empregabilidade.

Se você quiser se juntar às mais de 75.200 pessoas que apostaram em sua formação para estar à altura das necessidades do mercado, consulte o portal Bolsas Santander e potencialize suas competências para dar um impulso à sua carreira profissional. Você vai deixar passar esta oportunidade?

Ver mais posts interessantes...