Benefícios do mindfulness na educação

17/03/2021 | Santander Universidades

Você custa a se concentrar na hora de estudar? Quer reduzir o seu estresse? Aplicar o mindfulness na educação pode ser a chave para estimular a criatividade, reduzir a ansiedade e melhorar a atenção. Descubra seus benefícios e como você pode praticá-lo. 

Vivemos em um mundo cheio de estímulos constantes, em grande parte, devido ao uso de internet y das redes sociais: recebemos de maneira contínua mensagens de WhatsApp, correios eletrônicos, lemos notícias, vemos anúncios, memes, vídeos, fotos etc. A superexposição a informações pode nos levar a fazer uma reflexão sobre a necessidade de parar e olhar dentro de nós mesmos para alcançar a tranquilidade e o conhecimento de nossas emoções. 

Segundo um estudo da Universidade de Teesside (Reino Unido) apresentado na conferência anual da British Psychological Society, o mindfulness ajuda professores e alunos a gerenciar o estresse de forma eficaz. A pesquisa realizada mostrou que, à medida que aumentavam a compreensão e a consciência da atenção plena, tanto por parte dos professores como dos alunos, se reduzia significativamente o estresse. Mas o mindfulness traz muito mais benefícios. Mas o que é exatamente o mindfulness?

representação da educação da mindfulness

O que é o mindfulness?

Segundo explica Jon Kabat-Zinn, um dos pioneiros en sua aplicação terapêutica, em seu livro Mindfulness na vida cotidiana, o mindfulness pode ser definido como o ato de focar a atenção de forma intencional no momento presente com aceitação. O mindfulness pode ser aplicado a diversos contextos como o profissional ou o educacional, e ajuda a entender o que ocorre em nosso interior e ao nosso redor. 

Kabat-Zinn destaca, além disso, vários fatores fundamentais na prática do mindfulness: 

    A necessidade de não julgar. 

    A paciência ou o fato de permitir que as coisas aconteçam no momento oportuno. 

    A mente do principiante, ou seja, a capacidade de ver as coisas como se acontecessem pela primeira vez. 

    A confiança en nossa própria intuição. 

    A aceitação dos sentimentos ou pensamentos. 

    A capacidade de ceder e abrir mão para não nos apegarmos aos pensamentos. 

Benefícios do mindfulness na educação

Nos últimos anos foram realizados diversos programas focados em estudantes e professores, com o objetivo de potencializar o desenvolvimento da atenção plena. Os benefícios alcançados graças à aplicação do mindfulness na educação são os seguintes: 

    Aumento do rendimento acadêmico. O mindfulness favorece a atenção e o relaxamento, motivo pelo qual os alunos que o praticam melhoram seu rendimento na escola, universidade ou outro centro educacional no qual estudem. Neste sentido se destaca, por exemplo, um estudo de Clemente Franco, Encarnación Soriano y Eduardo Justo, da Universidade de Almería, para avaliar o impacto de um programa de mindfulness em um grupo de estudantes imigrantes do ensino médio. O resultado foi uma melhora importante nos níveis de autoestima e rendimento acadêmico. 

    Desenvolvimento da criatividade. Ter a capacidade de criar algo novo e útil é uma das aptidões mais demandadas pelas empresas quando buscam candidatos para uma vaga de trabalho. Entretanto, não se trata apenas de criar algo, mas de criá-lo para satisfazer uma necessidade das pessoas. A calma e o descanso são fundamentais para obter resultados, e o mindfulness proporciona ambos. O processo criativo costumar atravessar várias fases: a preparação, durante a qual se organiza e ordena na mente as informações de que se dispõe: a incubação, que representa começar a dar forma a uma ideia; a iluminação, que é a criação ou o momento em que a ideia passa a ter uma forma física, e a verificação, que é quando se comprova se a ideia pode ser realmente efetiva. Em cada uma destas fases, a calma é um elemento necessário para uma melhor reflexão. 

    Uma maior compreensão de nosso mundo interior. Os estudantes se encontram em uma fase de desenvolvimento físico e psicológico, de modo que o mindfulness pode ajudá-los a se entender e se aceitar, aumentando assim sua autoestima e melhorando sua relação com os outros. Desta forma, se reduzem os problemas na aula e se melhora o ambiente no centro de formação. 

    Reduz o estresse. Conhecer-se a si mesmo é necessário para conhecer as emoções e controlar os impulsos. Deste modo, vamos conseguir reduzir o estresse a ansiedade, que podem gerar cansaço, depressão, tonturas, tremores ou dificuldade para respirar. 

mindfulness aplicado ao campo da educação favorece tanto aos alunos como aos professores.  

Mindfulness educacao

Como praticar o mindfulness

Se você quer praticar o mindfulness e aproveitar todas as suas vantagens para a educação, você pode seguir os passos abaixo: 

    Busque um lugar tranquilo, desligue o celular e qualquer aparelho que possa distrair você, ponha uma música relaxante e, se quiser, acenda um incenso. 

    Você pode se colocar na posição de lótus ou simplesmente sentar-se com as costas retas para evitar dores musculares. 

    Concentre sua atenção em algo e realize várias respirações profundas. 

    Feche os olhos e concentre-se nas sensações do seu corpo: sinta o tato daquilo que você toca, como entra o ar em seus pulmões, como bate o seu coração. Se perder a concentração, não se preocupe, recupere-a e continue concentrando-se no seu corpo. 

    Deixe de lado os pensamentos, distrações ou sentimentos. 

    Volte novamente à sua respiração e reflita sobre o que você sentiu enquanto observava o seu corpo. 

    Abra os olhos devagar e, quando estiver preparado, levante-se e volte às suas atividades diárias. 

Você pode praticar o mindfulness durante 5 minutos por dia e ir aumentando o tempo pouco a pouco para chegar a 20 ou 30 minutos diários, ou até mesmo mais. 

aplicação do mindfulness à educação não só ajuda a se concentrar e obter melhores resultados, mas também a adquirir habilidades transversais, como a empatia, a liderança ou a capacidade de negociação, todas elas habilidades que facilitam a integração no mundo profissional. 
A formação para desenvolver estas e outras habilidades mais técnicas é um dos objetivos das Bolsas Santander, destinadas a formar estudantes e profissionais para que possam estar sempre atualizados e se adaptem às necessidades dos postos de trabalho do futuro. Consulte o portal das Bolsas Santander e inscreva-se na bolsa que mais de adeque aos seus objetivos e necessidades. Aproveite a oportunidade de desenvolver seus conhecimentos e habilidades!