Como Santander Graduação pode ajudar a chegar ao diploma

08/03/2021 | Santander Universidades

Você tem planos para começar uma graduação ou pós-graduação? Então, está na hora de começar a aprender sobre as suas opções para decidir qual caminho seguir.

Para ingressar em uma Universidade brasileira existem dois meios. Você pode ingressar pela seleção específica da Universidade, ou pelo Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM). As opções de curso estão divididas entre Bacharelado, para a área profissional e Licenciatura, para a área acadêmica.

E não para por aí! Após a graduação os alunos podem aprofundar seus conhecimentos através de cursos de pós-graduação ou desenvolver carreira dentro da Academia, seguindo para as formações de mestrado e doutorado

Pilhas de moedas de tamanhos crescentes e um pote cheio de moedas coberto por um chapéu de formatura representando Santander Graduação

A concorrência nas universidades brasileiras

O Censo da Educação Superior de 2019, feito pelo Inep/MEC aponta que havia no Brasil o total de 2608 Instituições de Ensino Superior que oferecem mais de 30.000 opções de cursos de graduação —entre bacharelado e licenciatura. 

De acordo com o Sistema de Seleção Simplificada (SISU), os 5 cursos mais concorridos de 2020 foram:

  1. Medicina: mais de 163 mil inscritos para 4.882 vagas
  2. Direito: mais de 146 mil inscritos para 6.900 vagas
  3. Administração: mais de 99 mil inscritos para 9.134 vagas
  4. Enfermagem: mais de 71 mil inscritos para 3.627 vagas
  5. Pedagogia: mais de 68 mil inscritos para 9.389 vagas

Pode-se perceber que a procura ainda está focada nos cursos mais tradicionais, que permitem a opção por uma carreira pública ou na iniciativa privada. Apesar da alta concorrência, o relatório “Education at a Glance” 2019 da Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) aponta que apenas 21 % dos brasileiros, entre 25 e 34 anos, possuem nível superior. Sendo que a média dos países participantes da organização é de 44 %. Quando se trata de pós-graduação, foi identificado um índice de 0,84 % das pessoas entre 25 e 64 anos com mestrado e apenas 0,11 % com doutorado.

Os dados mais alarmantes ainda estão nos índices de conclusão de curso, que são muito inferiores aos de ingresso no ensino superior. O Censo do Inep/MEC também aponta que apenas 36% dos calouros finalizam o curso de graduação. A maioria dos alunos, que abandonaram o curso, indicam questões financeiras como o maior impedimento.

Escassez de profissionais qualificados no mercado de trabalho

Como consequência dos dados acima, há um número relevante de vagas de trabalho não preenchidas devido à falta de qualificação. Contudo, elas não estão concentradas nos cursos mais tradicionais.

Mesmo chegando a um número de 14 milhões de desempregados, a Confederação Nacional das Indústrias (CNI) aponta que em 2020 cinco em cada dez indústrias não conseguiram preencher suas vagas devido à falta de qualificação. As áreas que exigem nível superior e apresentaram maior dificuldade de contratação foram: marketing, administrativa, engenharia, gerencial e pesquisa e desenvolvimento. 

Contudo, o setor com maior dificuldade de contratar profissionais qualificados é o de Tecnologia da Informação (TI). De acordo com o site de anúncio de vagas Indeed, as vagas para TI ficam abertas por mais de 60 dias em média. A Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) projeta que até 2024 seja criado no Brasil um total de 420 mil novas vagas em TI. Diante do comportamento do mercado, estima-se que 150 mil vagas devem permanecer em aberto por falta de profissionais qualificados.

Aluna do Santander Graduação com o polegar direito para cima e segurando pasta e caderno com a mão esquerda

Conheça o Santander Graduação

Há mais de 20 anos o Banco Santander investe em educação, oferecendo vários tipos de benefícios para estudantes do ensino superior. Os programas de Bolsas do Santander já beneficiaram milhares de alunos pelo mundo.

O objetivo do Programa de Bolsas Santander Graduação é contribuir, através do apoio financeiro, para que os estudantes do ensino superior tenham condições de finalizar seus estudos. Sendo, também, uma forma de fomentar a qualidade da formação acadêmica no Brasil.

Se você tem mais de 18 anos e está tendo dificuldades para continuar seus estudos de graduação ou pós-graduação, pode se beneficiar com essa bolsa. Aproveite para conhecer mais sobre a Bolsas Santander Estudos | Santander Graduação e consiga o apoio financeiro que você precisa.

Como funciona a Bolsas Santander Estudos | Santander Graduação

O Santander Graduação vai oferecer até 1500 Bolsas de R$300,00 por mês. Para participar do programa você deve se inscrever entre janeiro/2021 e março/2021 no Bolsa Santander Estudos | Santander Graduação. A bolsa começará a ser paga em julho de 2021 e tem duração de 1 ano.

O valor da bolsa pode ser usado para pagar a mensalidade do curso ou nos custos com o estudo, como: transporte, alimentação, livros, entre outros. A bolsa pode ser usada por estudantes de graduação e pós-graduação.

Para solicitar a Bolsa Santander Estudos | Santander Graduação o estudante deve preencher alguns requisitos, veja abaixo se você é elegível para a bolsa:

  • Ter mais de 18 anos
  • Estar matriculado em uma instituição de ensino que esteja participando do programa
  • Ser brasileiro ou residente no Brasil;

O processo seletivo é realizado pela universidade de acordo com os critérios estabelecidos, como aspectos de vulnerabilidade social e desempenho acadêmico.

Além disso, os aprovados receberão um mês de curso de inglês online pela English Live. No fim do período da bolsa, o estudante pode voltar a participar do próximo processo seletivo.

Você tem mais de 18 anos? Está planejando entrar para um curso universitário e precisa de auxílio financeiro para isso? Inscreva-se na Bolsas Santander Estudos | Santander Graduação. Essa bolsa pode te ajudar a completar seus estudos e realizar o sonho de ter um diploma nas mãos.